27/01/2008

"Sou brasileiro. Estou ofendido com seu comentário"

O escritor Paulo Coelho reclamou aos berros com Benjamin Zander, regente da Filarmônica de Boston, dos Estados Unidos, do que considerou "desrespeito à mulher brasileira", durante jantar anteontem do Fórum em Davos.

O maestro, em seu discurso num painel do congresso, anteontem à noite, segundo participantes do evento, ao comentar uma passagem no Brasil, disse, imitando o gesto, que as mulheres brasileiras levantavam suas roupas e "mostravam tudo".

Diante da gargalhada da sala cheia, Coelho, um dos cinco palestrantes do painel, que já havia discursado e estava sem microfone, levantou-se e gritou em inglês: "Sou brasileiro. Estou ofendido com seu comentário". "Não é verdade que as mulheres brasileiras se comportem assim", completou o escritor, abandonando a fleugma costumeira.

A sala ficou em silêncio. Zander, então, desculpou-se com Coelho, dizendo que retirava o que dissera.

Folha

4 comentários:

Ju disse...

Esse Zander reproduz um estereótipo. Nós poderíamos tb reprduzzir o estereótipo do povo dele.

Anônimo disse...

Se não espernearmos os outros acham que podem falar mal da gente e de quebra nos himilhar. Paulo agiu muito bem. Parabéns pra ele e pra nós.

Anônimo disse...

Babaquice essa desse zander. manda o home ir cuidar da orquesta dele e ponto final.

Fátima do canindé disse...

mas nós tb somos responsa´veis por essa má impressão. Se não aprendemos a nos comportar e mostrar o Brasil apenas pelo lado do samba e da bunda de mulher rebolando, os outors continuarão a pensar que todos somos assim.